Conecte-se

Ideias

#ECONOMIA

Rubens Ricupero: "Pequei por vaidade. Eu fui vão"

O ex-ministro da Fazenda se abre com uma franqueza desconcertante sobre o episódio que provocou sua queda em entrevista ao programa Eu Vi o Mundo

Deborah Berlinck, para Headline Ideias
#ECONOMIA26 de abr. de 233 min de leitura
Deborah Berlinck, para Headline Ideias26 de abr. de 233 min de leitura

Treinado durante anos a operar na discrição, Rubens Ricupero havia conseguido chegar onde nenhum diplomata da história recente do Brasil imaginou ser possível: foi um diplomata pop. A ponto de um homem ter beijado a sua mão na rua em Recife. Durou muito pouco. A queda deste funcionário do Itamaraty transformado em super ministro da Fazenda no momento da grande virada da economia do país – o lançamento do Plano Real – foi brutal.

Da noite para o dia, uma das figuras mais bem preparadas da diplomacia brasileira teve que encerrar sua carreira pop, política e de diplomata. Quase tudo ao mesmo tempo.

Hoje, aos 86 anos, Rubens Ricupero se abre com uma franqueza desconcertante sobre o episódio que provocou sua queda, conhecido como o "escândalo da parabólica", numa entrevista ao programa Eu Vi o Mundo, comandado pelos cientistas políticos Dawisson Belém Lopes (UFMG) e Guilherme Casarões (FGV- EAESP).

Ele conta a saga e revela os bastidores deste momento histórico no país, que acabou com uma década de hiperinflação, lançou a atual moeda – o real – e possibilitou a vitória de Fernando Henrique Cardoso à presidência da República. A entrevista foi excepcionalmente longa: 2h36m. Mas através da história de Ricupero, os cientistas políticos revelam facetas de um personagem importante da diplomacia brasileira e revisitam momentos históricos do país.

Ouça na versão podcast

Um olhar brasileiro

Eu Vi o Mundo é um programa de entrevistas. Em conversas com personalidades do meio político, cultural, científico e esportivo, Dawisson Belém Lopes e Guilherme Casarões mergulham no universo das mais variadas personalidades, buscando "discutir, iluminar e compreender grandes questões internacionais a partir do olhar brasileiro".

O título do programa foi inspirado na obra do pintor modernista pernambucano Cícero Dias. A série de entrevistas se beneficia da experiência acadêmica dos seus idealizadores, que se dedicam há duas décadas ao ensino acadêmico e à pesquisa sobre temas de relações internacionais e política externa brasileira. Exibido em Headline, a série de 15 episódios tem divulgação em mídias sociais, como Facebook, Instagram e Twitter.

Esta é a segunda temporada do programa, que passou a ser publicado em janeiro por Headline Ideias. A estreia foi com Luis Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).

Depois, os cientistas políticos entrevistaram o filósofo e líder indigenista Ailton Krenak, a embaixadora Irene Vida Gala, presidente da recém-fundada Associação de Mulheres Diplomatas Brasileiras, o jornalista esportivo Juca Kfouri, o escritor e cineasta João Paulo Cuenca, a jornalista Patrícia Campos Mello, o ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, a diretora-executiva da Anistia Internacional, Jurema Werneck e professor de direito constitucional da USP, Conrado Hübner Mendes, o ex-governador do Distrito Federal e ex-senador Cristovam Buarque, a antropóloga e historiadora Lilia Schwarcz, o jornalista Sérgio Utsch, o ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro e a cantora e compositora Fernanda Takai.

#ECONOMIA
PLANO REAL
EU VI O MUNDO