Conecte-se

Ideias

#SOCIEDADE

Ailton Krenak: "O Brasil nunca percebeu a presença indígena"

Ao descrever o descaso histórico do Brasil com povos indígenas no programa Eu Vi o Mundo, Ailton Krenak faz um prenúncio da crise atual yanomani

Deborah Berlinck, da Headline Ideias
#SOCIEDADE25 de jan. de 232 min de leitura
Deborah Berlinck, da Headline Ideias25 de jan. de 232 min de leitura

Headline Ideais apresenta hoje, com exclusividade, mais uma entrevista do programa Eu Vi o Mundo, idealizado pelos cientistas políticos e professores Dawisson Belém-Lopes (UFMG) e Guilherme Casarões (FGV-EAESP).

O entrevistado é uma das maiores faces do movimento indígena no Brasil e no mundo: Ailton Krenak. Durante mais de uma hora, o filósofo, escritor revela o seu olhar sobre as grandes questões do Planeta – da luta pela sobrevivência dos povos indígenas à guerra da Ucrânia.

A entrevista foi gravada antes da explosão de casos de malária e desnutrição que está matando crianças e idosos yanomami. Mas a fala de Krenak, descrevendo o descaso histórico no Brasil com povos indígenas, é um prenúncio da crise.

"Se esta já era uma conversa importante, agora ela se torna urgente e necessária", escreveu Dawisson Belém Lopes.

Krenak também conta anedotas incríveis, mostrando os recursos que lideranças indígenas tiveram que usar para serem ouvidas pelas autoridades do país. Ele descreve a cena quando o cacique Raoni – outro símbolo da luta indígena – puxou a orelha de um dos ministros mais temidos da ditadura militar, Mario Andreazza (governos Costa e Silva e Médici) , e disse: "Você tem que aprender a escutar!".

Casarões escreveu sobre a entrevista com Krenak : “Mesmo acostumado com os grandes temas globais, essa conversa me transformou. Poucas vezes encontrei uma visão tão ampla, poética e realista sobre a vida e o mundo. E necessária".

Um olhar brasileiro

Eu Vi o Mundo é um programa de entrevistas. Em conversas com personalidades do meio político, cultural, científico e esportivo, Dawisson Belém Lopes e Guilherme Casarões mergulham no universo das mais variadas personalidades, buscando "discutir, iluminar e compreender grandes questões internacionais a partir do olhar brasileiro".

Ouça Eu Vi o Mundo em versão podcast:

O título do programa foi inspirado na obra do pintor modernista pernambucano Cícero Dias. A série de entrevistas se beneficia da experiência acadêmica dos seus idealizadores, que se dedicam há duas décadas ao ensino acadêmico e à pesquisa sobre temas de relações internacionais e política externa brasileira. Exibido em Headline, a série de 15 episódios tem divulgação em mídias sociais, como Facebook, Instagram e Twitter.

Esta é a segunda temporada do programa, que passou a ser publicado em janeiro por Headline Ideias. A estreia foi com Luis Roberto Barroso, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Depois de Krenak, muitos outros nomes virão.

Assista ao teaser:

#SOCIEDADE
QUESTÃO INDÍGENA
YANOMAMI
KRENAK
AMAZÔNIA
BOLSONARO